Consequências da inadimplência financeira: você sabia?

Feirão Limpa Nome termina nesta sexta; saiba como renegociar dívida

O mutirão nacional de renegociação de dívidas do Serasa, o Feirão Limpa Nome, termina nesta sexta-feira (31/3). Para renegociar suas dívidas, basta acessar o portal do Serasa.

Estão aptos a participar do feirão pessoas que estiverem negativadas e com contas em atraso registradas no Serasa. O feirão oferece descontos que podem chegar a até 99% no valor dos débitos.

De 365 milhões das ofertas de negociação, 30% podem ser quitadas por até R$ 100. Essa edição do Feirão Limpa Nome conta com o número recorde de 425 empresas. A expectativa é de que sejam quitados mais de 7,7 milhões em dívidas.

Durante o feirão, é possível quitar dívidas relacionadas a cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, cheque especial, contas de telefone, contas de água e luz, aluguel, mensalidades escolares, planos de saúde e multas de trânsito.

Consequências de inadimplência financeira

As consequências para aqueles que não quitaram compromissos financeiros no Brasil podem ser graves e variadas, dependendo do tipo de dívida e da situação do devedor. O advogado Victor Graça, do escritório Pessoa & Pessoa Advogados, listou algumas das punições, confira:

  • Inclusão nos órgãos de proteção ao crédito: se a pessoa não pagar uma dívida, ela pode ser incluída em cadastros de inadimplentes, como o Serasa e o SPC. Isso pode dificultar a obtenção de crédito no futuro, já que muitas empresas consultam esses cadastros antes de conceder empréstimos ou financiamentos.
  • Protesto e ação judicial: o credor pode protestar a dívida em cartório ou ajuizar uma ação judicial para tentar recuperar o valor devido. Além de aumentar o valor da dívida com juros e correção monetária, a pessoa pode ser obrigada a pagar custas judiciais e honorários advocatícios.
  • Perda de bens: o credor pode solicitar a penhora de bens da pessoa, como imóveis, carros e outros bens de valor, para quitar a dívida. Essa medida apenas é adotada após uma ordem judicial.
  • Restrições de acesso a serviços: a pessoa pode ter o acesso a serviços básicos restritos, como água, energia elétrica e telefone, caso haja dívidas em atraso com as empresas responsáveis.
  • Restrições ao crédito: além da dificuldade em obter crédito, a pessoa pode ter restrições ao acesso a cartões de crédito, cheques especiais e outras formas de pagamento a prazo.

 

Artigo publicado no Metrópoles.

São Paulo | SP

Rua Pequetita, n° 215, conj. 12, l° andar – Vila Olimpia,
CEP:04552-060

Informações:

(11) 2344-1919

Salvador | BA

Av. Tancredo Neves, 620 
Caminho das Árvores
CEP: 41820-020

Informações:

(71) 31764173

Consequências da inadimplência financeira: você sabia?

R. Frederico Simões,
Caminho das Árvores
CEP: 41820-774
Edifício Liz Empresarial

Informações:

(71) 3044.0150

Rio de Janeiro | RJ

Av. Rio Branco, n° 277, sala 1510 – Centro, CEP: 20040-009

Informações:

(21) 3553-4040

Recife | PE

R. Padre Carapuceiro, nº 752, Centro Empresarial Torre Vicente do Rego Monteiro, Sala 1201, Boa Viagem, CEP: 51020-280

Informações:

(81) 3032 4880

Belo Horizonte | MG

R. Santa Rita Durão, 1143. Edf. Clara Catta Preta, 5° andar –
Funcionários, CEP: 30140-110

Informações:

(31) 3267 6397

Aracaju | SE

Rua Engenheiro Hernan Centurion, 644, Jardins, CEP: 49025-170

Informações:

(79) 3217-7230

Manaus | AM

Av. André Araújo, 97  – sala 1407

Informações: